positivonegativo

"nós somos o sítio que nos faz falta."

"O que há em mim é sobretudo cansaço -
Não disto nem daquilo,
Nem sequer de tudo ou de nada:
Cansaço assim mesmo, ele mesmo,
Cansaço."


Álvaro de Campos

Quarta-feira, 7 de Setembro de 2011

do não morrer.

vivo para a arte e sobre o manto da cidade, eu morro, e os meus joelhos esfarrapados voltam a sangrar enquanto todos os meus pertences desmaiam a meu lado, e as folhas voam. sob o frio e sob a luz, o meu coração é esmagado pelo contentamento, e que morte tão honrada, por entre pedra dura e vento forte. 

no auge, eu morrerei, de felicidade, de amor, de desespero. não fiqueis, portanto, destroçados, do meu coração brotará apenas esplendor, e a lembrança deste texto sem sentido.

 

narmy. às 16:14
| comentar | favoritos
7 :
De hopeless romantic a 7 de Setembro de 2011 às 17:05
achas que poderias fazer um trabalho A4 sei lá... por dez euros? x.x
desculpa, não sei dar valores e nem sei o trabalho que dá e também não sou muito rica xD (por isso é que ando a vender produtos Avon, para ganhar uns troquitos)
queria um desenho a4 de uma fotografia minha e do meu menino, para oferecer-lhe no nosso aniversário e um ano (daqui a dois meses). eu pago os portes, claro.


De Mariana a 7 de Setembro de 2011 às 17:13
Uma palavra simples: Extraordinario


De vans a 7 de Setembro de 2011 às 17:20
g-o-r-g-e-o-u-s <3


De C. a 7 de Setembro de 2011 às 18:42
Belo Porto.
Beijinho


De Persephone Dashwood a 7 de Setembro de 2011 às 19:28
Texto fantástico e imagens maravilhosas :)


De dolcescrittora a 8 de Setembro de 2011 às 22:46
as fotos são da tua autoria?
oh, o que seria do mundo sem arte! adoro a Foz, no Porto. e estou desejosa de "devorá-la" com a minha máquina fotográfica.


De Free Soul a 9 de Setembro de 2011 às 12:38
É uma maneira egoísta de abandonar o mundo, mas não te censuro. Os pertences desmaiam, por breves instantes, porém, não tardará muito a alguém os arreganhar. É sempre assim...
Beijos, narmy :)


comentar